Confederação do Desporto de Portugal
 
Gala Gala do Desporto Notícias 12ª Gala do Desporto - Selecção de Rugby e o seu treinador Tomaz Morais sobressaem

12ª Gala do Desporto - Selecção de Rugby e o seu treinador Tomaz Morais sobressaem

O râguebi esteve em destaque na 12ª gala da Confederação do Desporto de Portugal, que distinguiu a selecção portuguesa da modalidade como equipa do ano e o seleccionador Tomaz Morais como treinador do ano.

A eleição que completou as cinco principais categorias, realizada on-line até às 21 horas, consagrou ainda os campeões do Mundo Vanessa Fernandes (triatlo) e Nélson Évora (triplo salto) como desportistas feminina e masculino do ano, respectivamente, e o futebolista do Sporting João Moutinho como a jovem promessa.

A Selecção Nacional de râguebi, que este ano participou no Campeonato do Mundo pela primeira vez, sendo a única selecção com elementos amadores entre os países participantes, arrebatou o prémio para a equipa do ano, batendo na eleição as selecções de basquetebol, surf, corta-mato e a dupla 470 de vela Álvaro Marinho/Miguel Nunes.

A selecção de râguebi “classificou-se em terceiro lugar no Campeonato da Europa em 2005/2006” e “ficou apurada na fase de qualificação para o Campeonato do Mundo em 2007, que se realizou em França (Setembro/2007)”, justifica a Confederação.

Na categoria de treinador do ano, a distinção foi para Tomaz Morais, que foi o mais votado pelos cibernautas que participaram na eleição, batendo o treinador de futebol Manuel José e os técnicos de atletismo João Ganço, de canoagem Ryszard Hoppe e de judo Vítor Caetano.

As razões apontadas para a atribuição do prémio foram o facto de em 2007 ter conseguido “o apuramento para o Campeonato Mundo râguebi (França) e em 2006 ter sido pentacampeão europeu de Sevens”. Vanessa Fernandes também esteve em destaque, ao vencer o prémio para a desportista feminina pelo segundo ano consecutivo, à frente a Jessica Augusto (atletismo), Leila Marques (desporto para deficientes), Naide Gomes (atletismo) e Telma Monteiro (judo).

A triatleta do Benfica, que se sagrou campeã do Mundo de triatlo de elites e duatlo, foi distinguida tendo em conta “as 19 vitórias em provas da Taça do Mundo e os títulos do Mundo e Europeu de elites conquistados”. Nélson Évora, campeão do mundo do triplo salto, foi o atleta masculino do ano, sucedendo ao atleta luso-nigeriano Francis Obikwelu, depois de superar na eleição on-line Cristiano Ronaldo (futebol), Fernando Pimenta (canoagem), João José (voleibol) e Joaquim Videira (esgrima).

O atleta do Benfica foi distinguido por ter sido “campeão do mundo de triplo salto em 2007 e recordista de Portugal” de especialidade, com a marca de 17,74 metros. A jovem promessa do ano foi João Moutinho, que se impôs na eleição a Alfredo Gualdino (pesca desportiva), Arnaldo Abrantes (atletismo), Fernando Pimenta (canoagem) e Leandra Freitas (judo).

Moutinho foi colocando entre os candidatos por ser “vencedor da Taça de Portugal e da Supertaça Cândido de Oliveira em 2006/07 e por ser o jogador com mais minutos de jogo na Liga portuguesa de futebol 2007/08”.

Na 12ª gala da CDP foram ainda distinguidos os portugueses campeões europeus e mundiais de seniores e juniores no ano em curso e atribuídos os prémios mérito desportivo, através dos quais cada federação membro da Confederação distinguiu um seu atleta ou dirigente.

Parceiros Oficiais

Logótipo da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto. Logótipo do Instituto Português do Desporto e Juventude. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo dos Jogos Santa Casa.

Parceiros Comerciais

Logótipo da agência de viagens Cosmos. Logótipo da Sagres. Logótipo da Multicert. Logótipo da MDS.

Parceiros Comunicação

Logótipo da RTP. Logótipo do SAPO Desporto. Logótipo de "A Bola".
Este site utiliza cookies para ajudar a sua experiência de navegação. Ao navegar sem desativar os cookies, estará a concordar com a nossa política de cookies e com os nossos Termos, Condições e Política de Privacidade.