Confederação do Desporto de Portugal
 
CDP Comunicação e Marketing Notícias Desporto FPCiclismo Ciclismo - Troféu Joaquim Agostinho exigente e simbólico

Ciclismo - Troféu Joaquim Agostinho exigente e simbólico

A 36.ª edição do Troféu Joaquim Agostinho – Grande Prémio Internacional de Torres Vedras, que estará na estrada entre 19 e 21 de julho, apresenta um percurso extremamente seletivo e inclui diversos momentos simbólicos e de homenagem a Joaquim Agostinho.

A prova, de três etapas, terá um total de 491,5 quilómetros, num permanente carrossel de sobe e desce. A primeira tirada vai ligar a Silveira ao Vimeiro, num traçado de 160,8 quilómetros, que inclui quatro contagens de montanha de terceira categoria, a última das quais coincidente com a meta, junto ao monumento à Batalha do Vimeiro. Antes do início da corrida acontecem os dois primeiros momentos simbólicos da competição: a romagem à campa de Joaquim Agostinho e a inauguração de um busto de homenagem ao corredor torriense. Este busto será colocado em Brejenjas, aldeia natal de Agostinho, devendo o pelotão parar aí o percurso neutralizado entre a partida simbólica e a partida real, para participar na cerimónia, antes do quilómetro zero.

A segunda etapa será ligeiramente mais curta, mas muito difícil. Os corredores vão percorrer 153,5 quilómetros, desde Atouguia da Baleia até Torres Vedras, com passagem pelo alto de Montejunto, subindo pela vertente de Pragança. Os derradeiros 70 quilómetros vão ser disputados em circuito, numa espécie de compilação dos diferentes formatos que o circuito de Torres Vedras teve ao longo dos anos. Os corredores começam por pedalar nas artérias centrais da cidade, que, inicialmente, eram palco do circuito, dão depois duas voltas ao perímetro de 16,5 quilómetros que recebeu a versão mais extensa do circuito, terminando com quatro voltas ao traçado que vinha sendo usado nos últimos anos. Desta feita, a meta estará instalada perto da estátua de Joaquim Agostinho, aproximando os campeões do patrono da prova e levando o ciclismo para o coração de Torres Vedras, para junto do público.

A etapa-rainha, pela extensão e pelas dificuldades, está guardada para o último dia. São 177,2 quilómetros, entre Manique do Intendente e o Parque Eólico da Carvoeira, com os 40 quilómetros finais a preverem-se demolidores, com as subidas a Montejunto e a Vila Seca a antecederem a escalada de segunda categoria para a meta.

Estão inscritos 128 corredores, representando 17 equipas, oriundas de seis países. Vão participar as seis equipas continentais portuguesas, Banco BIC-Carmim, Efapel-Glassdrive, LA Alumínios-Antarte, Louletano-Dunas Douradas, OFM-Quinta da Lixa, às quais se juntam seis equipas continentais estrangeiras, Concordia Forsikring-Riwal (Dinamarca), Euskadi e Burgos BH-Castilla y León (Espanha), Leopard-Trek (Luxemburgo), Ceramica Flaminia-Fondriest (Itália) e Team RPM (Equador). Vão ainda alinhar as equipas de clube Anicolor, CC José Maria Nicolau, Liberty Seguros/Feira/KTM, Maia/Bicicletas Andrade e Supermercados Froiz.

“Gostaria de enfatizar a boa relação entre a Câmara Municipal de Torres Vedras e a UDO, que permite que o Troféu Joaquim Agostinho continue a sair para a rua com grande dignidade. Este é um evento-âncora para Torres Vedras”, disse a vereadora do Desporto do município torriense, Laura Rodrigues, na apresentação da corrida, que se realizou ontem, ao início da noite.

Além de uma competição desportiva de categoria internacional, o Troféu Joaquim Agostinho sempre se afirmou como uma festa popular. Por isso mesmo, o ciclismo para todos estará presente, em dois momentos da corrida. No sábado, 20 de julho, depois de o pelotão de competição atravessar o centro de Torres Vedras, será a vez de um pelotão de populares, montado nas Agostinhas – as novas bicicletas de utilização urbana do concelho -, pedalar pelas ruas centrais da cidade.

No domingo, 21 de julho, realiza-se a segunda edição do Memorial Joaquim Agostinho, uma prova aberta com grande parte do percurso a ser feita em ritmo de passeio, mas com os últimos 3,2 quilómetros a realizarem-se em andamento livre, permitindo a todos os participantes um momento de saudável competição, que terminará no Parque Eólico da Carvoeira, onde, horas depois, será encerrada a 36.ª edição do Troféu Joaquim Agostinho – Grande Prémio Internacional de Torres Vedras.

Fonte: UVP/FPC 03/07/2013

Parceiros Oficiais

Logótipo da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto. Logótipo do Instituto Português do Desporto e Juventude. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo dos Jogos Santa Casa.

Parceiros Comerciais

Logótipo da agência de viagens Cosmos. Logótipo da Sagres. Logótipo da Multicert. Logótipo da MDS.

Parceiros Comunicação

Logótipo da RTP. Logótipo do SAPO Desporto. Logótipo de "A Bola".
Este site utiliza cookies para ajudar a sua experiência de navegação. Ao navegar sem desativar os cookies, estará a concordar com a nossa política de cookies e com os nossos Termos, Condições e Política de Privacidade.