Seleção Nacional/Liberty Seguros - André Carvalho foi o melhor português no Luxemburgo

O famalicense André Carvalho terminou hoje o Grande Prémio General Patton na 30.ª posição da geral, sendo o melhor elemento da Seleção Nacional/Liberty Seguros nesta prova luxemburguesa da Taça das Nações de Juniores, ganha pelo russo Alexandr Vlasov.

O corredor português partiu para a segunda e última etapa, um seletivo circuito em redor de Wincrange, totalizando 97 quilómetros, no terceiro lugar da geral. Apesar de se ter mantido junto dos melhores até ao último quilómetro, acabou por perder o contacto com o grupo principal na fase decisiva.

“O André Carvalho fez o que se lhe pediu, esteve sempre atento e bem colocado. No último quilómetro, ao mudar de andamentos, abriu um pequeno espaço para o grupo dos melhores. Como já vinha no limite físico, não conseguiu fechar esse espaço. Faltou-lhe resistência para fazer esta etapa, dura e rápida, entre os mais fortes, mas ainda é um júnior de primeiro ano, pelo que tem margem por onde evoluir”, afirma o selecionador nacional, José Poeira.

O russo Alexandr Vlasov atacou nos últimos 15 quilómetros, resistiu à perseguição, venceu a etapa com 10 segundos de vantagem sobre os mais diretos perseguidores e, deste modo, sagrou-se vencedor do Grande Prémio General Patton. O anterior camisola amarela, o francês Valentin Madouas foi o segundo, a 4 segundos, e o italiano Lorenzo Fortunato fechou o pódio da geral, a 10 segundos. André Carvalho terminou na 30.ª posição, a 26 segundos do vencedor.

Rui Oliveira e Tiago Antunes tiveram hoje de trabalhar durante a tirada, ajudando a anular uma tentativa de fuga contrária aos interesses nacionais, acabando por ceder mais de 10 minutos para o vencedor da etapa. Na geral, Tiago Antunes acabou no 66.º lugar, a 10m56s, enquanto Rui Oliveira foi o 81.º, a 24m16s.

Fonte: UVP/FPC, 06/07/2014