Confederação do Desporto de Portugal
 
CDP Comunicação e Marketing Notícias Desporto FPCanoagem Canoagem - ECA: Albert Woods: "é crime Portugal desperdiçar enorme potencial"

Canoagem - ECA: Albert Woods: "é crime Portugal desperdiçar enorme potencial"

O presidente da Associação Europeia de Canoagem – ECA, considera Portugal como uma dos melhores e mais predilectos locais para prática da canoagem no panorama internacional, exaltando que existem enormes potencialidades que não são devidamente aproveitadas no âmbito nacional.

Albert Woods sublinhou que "é um crime Portugal desperdiçar as enormes potencialidades que tem para ser uma referência mundial na canoagem", enaltecendo a importância do país na prática da modalidade a nível mundial.

"Portugal tem inúmeros cursos de água e Sol quase todo o ano. Se muitas das selecções de elite mundial realizam anualmente estágios no seu território, não faz sentido que o próprio país não aposte a sério nesta enorme potencialidade desportiva e turística. É um crime o Estado e as forças vivas do país não explorarem esse potencial", destacou o máximo dirigente da ECA, destacando inclusivamente o facto de o construtor líder mundial de “kayaks” ser português – “Nelo”, localizado em Vila do Conde.

"A canoagem é uma das modalidades que mais medalhas de ouro atribui nos Jogos Olímpicos, nomeadamente 12 na pista e quatro no slalom. Portugal tem uns 2.500 federados e muitas dezenas de milhar de praticantes apenas por lazer. Dêem condições à federação e esta fará um trabalho ainda mais notável", considerou Woods, idealizando Portugal como uma nação da qual podem sair “vários futuros campeões europeus e mundiais".

O Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho, com conclusão prevista para 2010, será um passo preponderante para a evolução da canoagem portuguesa, pois "só com uma pista devidamente apetrechada Portugal pode dar o decisivo salto qualitativo para as medalhas na canoagem mundial".

"Portugal é dos poucos países europeus sem uma infra-estrutura digna para os seus praticantes poderem evoluir. Apenas um lençol de água e um contentor. Pouco digno. Mesmo assim, os seus atletas são persistentes e têm valor, conquistando medalhas em Taças do Mundo, em europeus juniores e mundiais. Nestes europeus seniores tiveram dois quartos lugares. Acredito que uma pista com condições será decisiva para uma maior afirmação internacional", reforçou o presidente da ECA, como a panóplia de condicionalismo que têm impedido Portugal de se afirmar concludentemente como uma potência da canoagem mundial.

"Portugal teve um atleta em Atenas2004, quatro em Pequim2008 e acredito que vai ter mais em Londres. E a lutar sempre por bons resultados. A federação é liderada por jovens visionários com passado na canoagem e que estão a desenvolver um trabalho por todos reconhecido", acrescentou, destacando o presidente Mário Santos, seu "vice" na ECA.

Concluindo, Albert Woods elogiou ainda o trabalho que tem sido desenvolvido pelos responsáveis da Federação Portuguesa de Canoagem, realçando que tal trabalho "já está a dar frutos e vai sentir-se cada vez mais no futuro", deixando igualmente uma última consideração: "Portugal é unanimemente reconhecido como um dos melhores locais do planeta para a prática da canoagem. Aproveitem esse enorme potencial".

Fonte: Infordesporto 01/07/2009

Parceiros Oficiais

Logótipo da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto. Logótipo do Instituto Português do Desporto e Juventude. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo dos Jogos Santa Casa.

Parceiros Comerciais

Logótipo da agência de viagens Cosmos. Logótipo da Sagres. Logótipo da Multicert. Logótipo da MDS.

Parceiros Comunicação

Logótipo da RTP. Logótipo do SAPO Desporto. Logótipo de "A Bola".
Este site utiliza cookies para ajudar a sua experiência de navegação. Ao navegar sem desativar os cookies, estará a concordar com a nossa política de cookies e com os nossos Termos, Condições e Política de Privacidade.