Canoagem - Campeonatos Europeus: Emanuel Silva em Pequim

Emanuel Silva viu confirmado o apuramento para os Jogos Olímpicos, Teresa Portela ainda alimenta esse sonho que os K2 masculino e feminino perderam, de forma traumatizante.  
Image 
As expectativas da equipa portuguesa eram elevadas - os sete elementos da selecção tinham legítimas aspirações a Pequim’2008 -, mas, no fim, apenas Emanuel Silva e, com razoáveis probabilidades, Teresa Portela (só a 15 de Junho sabe se entra) atingiram os objectivos, um pecúlio escasso para a ambição federativa e da equipa técnica nacional.

Tal como era esperado, e depois da muito criticada troca de vagas por parte da federação internacional, Emanuel Silva, o primeiro K1 1.000 em “lista de espera”, conquistou a vaga libertada hoje pela Rússia: há países que têm atletas apurados em várias tripulações, o que garante mais lugares em K1.

Teresa Portela, de apenas 20 anos, foi terceira na final B dos 500 (12ª da geral), mas é certo que serão abertas vagas, ficando à espera das listas oficiais (15 de Junho) para saber se serão em suficiente número para ir a Pequim’2008: como já estão certos mais dois lugares, caso não abra um terceiro será, tal como os K2, a primeira a ficar de fora.

Depois dos imperceptíveis 18 milésimos de segundo que lhes roubaram o sonho durante os Mundiais de 2007, o K2 500 Leonel Correia/Pedro Santos esteve aquém das suas expectativas e foi oitavo na final, agora a 240 milésimas da Itália, que conseguiu a última vaga. O K2 500 feminino falhou a final (dava apuramento) por escassas duas décimas de segundo e hoje liderou a final B até cinco metros do fim, perdendo para a Inglaterra por 1,5 décimas: o triunfo deve valer às britânicas a ida a Pequim. O complicado sistema de apuramento que a Federação Internacional de Canoagem (ICF) adoptou para Pequim’2008 tem merecido severas críticas por parte da generalidade das federações.

Habitualmente, o Campeonato do Mundo era o barómetro para o apuramento, sendo que todos os finalistas tinham lugar garantido nos Jogos Olímpicos: o K2 masculino e o K4 feminino foram finalistas em 2007, repetiram as finais agora nos europeus, mas, com o actual sistema, ficaram de fora.

Fonte: O Jogo 18/05/2008