Confederação do Desporto de Portugal
 
CDP Comunicação e Marketing Notícias Desporto FPBasquetebol Basquetebol - Liga Profissional: Ovarense admite que Liga é inviável e defende novo campeonato

Basquetebol - Liga Profissional: Ovarense admite que Liga é inviável e defende novo campeonato

Arala Chaves, presidente da SAD da Ovarense para o basquetebol, reconheceu que "não existem condições" que viabilizem a continuidade da Liga profissional e manifestou-se disponível para integrar um campeonato sob a égide da Federação (FPB).

"Teremos de ser pragmáticos e reconhecer que no contexto actual a Liga não tem condições para continuar. Provavelmente, os clubes terão de dar um passo atrás e pensar no modelo competitivo sob a égide da Federação Portuguesa de Basquetebol", admitiu à Agência Lusa o dirigente dos bicampeões nacionais.

O dirigente vareiro lembrou que a Ovarense "sempre defendeu" um campeonato profissional, mas no âmbito de uma Liga que "oferecesse condições de credibilidade e com clubes que cumprissem as suas obrigações".

"Não há, neste momento, condições para a existência de uma Liga profissional. Algumas equipas não estão a cumprir com os requisitos e não se vê no horizonte outros clubes que pretendam embarcar nesta Liga", lamentou o dirigente da Ovarense.

Arala Chaves fez questão de frisar que a Ovarense "sempre lutou a favor de um campeonato profissional enquanto achou que havia condições para tal", mas face ao actual contexto insiste que a melhor solução é "dar um passo atrás".

"Não estamos disponíveis para voltar a disputar uma Liga profissional nestas condições, a não ser que haja um grande volte-face e, milagrosamente, apareçam outras equipas interessadas. Ter uma Liga profissional só pelo nome não vale a pena", sublinhou.

Sobre a solução de um novo campeonato, Arala Chaves aceita que seja a FPB a organizar a prova, mas defende regras que permitam uma gestão profissional da prova.

"Um campeonato de âmbito nacional envolve uma grande responsabilidade de organização. A Federação terá de encontrar um profissional, ou uma equipa profissional, para gerir a tempo inteiro uma prova dessa dimensão", defendeu o presidente da SAD do basquetebol da Ovarense.

Confinada actualmente a oito equipas, o número mínimo fixado no protocolo entre federação e liga de clubes para a realização de uma competição profissional, o campeonato da Liga disputa-se sem a expectativa dos "play-off", já que a actual fase regular serve apenas para ordenar as equipas para a fase a eliminar.

Depois da falência de projectos como Aveiro Basket e Santarém Basket, a liga profissional sofreu um "emagrecimento" forçado pouco antes do arranque da temporada 2006/2007, com o abandono de um dos históricos da modalidade, a Oliveirense.

A prova, inicialmente delineada para 10 equipas, teve de ser reformulada para se ajustar aos nove "resistentes". Finda a época 2007/2008, novo revés, com os abandonos de Benfica e Queluz, que deixaram a prova em sério risco sobrevivência, o primeiro por clivagens com a Liga e o segundo por dificuldades financeiras.

Encontrada a solução do Vagos, que "saltou" do terceiro escalão para preencher a oitava vaga em aberto, a 13ª edição do campeonato profissional sempre avançou, mas com um número mínimo de equipas.

A 21 de Fevereiro, a FPB rejeitou uma proposta da LCB com vista à organização das competições e que determinava, em traços gerais, a obrigação de subida ao escalão principal dos dois primeiros da Proliga (prova federativa) nas duas próximas temporadas, até perfazer um conjunto de 12 equipas.

Confrontada com esta recusa, a LCB remeteu a questão para o Conselho Nacional do Desporto, a quem compete tomar conta destas matérias até que as duas partes cheguem a um acordo, como determina o ponto 4 do artigo 23º da Lei de Bases da Actividade Física e do Desporto.

Fonte: Lusa 08/04/2008

Parceiros Oficiais

Logótipo da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto. Logótipo do Instituto Português do Desporto e Juventude. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo dos Jogos Santa Casa.

Parceiros Comerciais

Logótipo da agência de viagens Cosmos. Logótipo da Sagres. Logótipo da Multicert. Logótipo da MDS.

Parceiros Comunicação

Logótipo da RTP. Logótipo do SAPO Desporto. Logótipo de "A Bola".
Este site utiliza cookies para ajudar a sua experiência de navegação. Ao navegar sem desativar os cookies, estará a concordar com a nossa política de cookies e com os nossos Termos, Condições e Política de Privacidade.