Confederação do Desporto de Portugal
 
CDP Comunicação e Marketing Notícias Desporto FPAtletismo Atletismo - Marisa Barros: "António Ascensão foi o único a apostar em mim"

Atletismo - Marisa Barros: "António Ascensão foi o único a apostar em mim"

O triunfo e o registo (2h26m03s) conseguidos na Maratona de Sevilha colocaram Marisa Barros no topo das melhores portuguesas de sempre, só ultrapassada por Rosa Mota e Manuela Machado. Mesmo tendo 17 anos de atletismo, ela continua deslumbrada e numa fase de paixão pela maratona.

Podemos dizer que fez quase toda a carreira tendo de trabalhar para poder correr?

Pois foi... O subsídio do Braga era pequeno. Como nas provas não ganhava muito, tinha de fazer esses trabalhos todos. Já era casada e independente. Mas achava que não estava bem e queria mudar de vida. Em 2006 tentei tirar um curso, mas continuei com as mesmas tarefas… Mesmo assim, às terças e às quintas, das 20 às 22 horas, fui tirar um curso de shiatsu. Era muita actividade!

Então nunca apostou a sério no atletismo?...
Só quando comecei a treinar com o António Ascensão, no início de 2007. Mas não foi fácil mudar e só em Agosto é que treinei a sério, para a Maratona do Porto, que era em Outubro. Tive uma vida muito atribulada e só o António Ascensão me convenceu a apostar no atletismo a tempo inteiro. Disse que não me arrependeria. Era esse desafio que me faltava. Tinha uma treinadora que não apostava em mim. Ela nunca me apoiou... e sozinha também não o poderia fazer.

Foi por isso que terminou a ligação com Sameiro Araújo?
A ruptura deu-se porque eu acreditava que podia ser seleccionada para um Europeu de crosse e percebi que a treinadora não acreditava em mim...
"Ria-me muito quando me falavam em Pequim"

Quando surgiu a ideia de correr uma maratona?
Em Janeiro de 2007 comecei a fazer bons resultados na meia-maratona. Em Fevereiro, na brincadeira, o Ascensão já me falava nos Jogos Olímpicos. Achava aquilo irreal. Nunca tinha ido a uma prova internacional de crosse, quanto mais os Jogos Olímpicos. Ria-me muito… Pensava que estava a brincar comigo. Em Março começou a falar mais a sério. Até tenho uma mensagem no telemóvel em que ele diz: "Isto é tudo muito bonito, mas ainda vamos viver momentos inesquecíveis até Pequim." Curioso é que nunca me dizia em que prova. Sempre pensei que fosse nos 3000 obstáculos.

Mas Pequim não correu bem...
Foi atribulado. A preparação não foi tão tranquila como pretendia. Havia aqueles fantasmas do clima… comecei a ficar aterrorizada. Ainda por cima, era o meu primeiro grande campeonato. Queria ter viajado para Pequim mais cedo, foi tudo em cima do joelho...

Então Sevilha foi a mais bem preparada das três que fez?
Sem dúvida. Sevilha já foi o tipo de preparação que quase não se sente.

Fonte: O Jogo 02/04/2009

Parceiros Oficiais

Logótipo da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto. Logótipo do Instituto Português do Desporto e Juventude. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo dos Jogos Santa Casa.

Parceiros Comerciais

Logótipo da agência de viagens Cosmos. Logótipo da Sagres. Logótipo da Multicert. Logótipo da MDS.

Parceiros Comunicação

Logótipo da RTP. Logótipo do SAPO Desporto. Logótipo de "A Bola".
Este site utiliza cookies para ajudar a sua experiência de navegação. Ao navegar sem desativar os cookies, estará a concordar com a nossa política de cookies e com os nossos Termos, Condições e Política de Privacidade.