Confederação do Desporto de Portugal
 
CDP Comunicação e Marketing Notícias Desporto FPAtletismo Atletismo - Jogos Olímpicos Londres2012: Rui Silva: "Se não houver lesões, lá estarei"

Atletismo - Jogos Olímpicos Londres2012: Rui Silva: "Se não houver lesões, lá estarei"

O atleta português Rui Silva, hoje em declarações após Turim, garante que quer estar presente nos Jogos Olímpicos Londres2012, considerando que a medalha de ouro conquistada domingo nos Europeus de pista coberta tem um sabor especial e constitui uma forte motivação para continuar a trabalhar.

"Cada medalha tem uma história, esta é especial porque se segue a um largo período de lesões", afirmou o campeão europeu dos 1.500 metros, em declarações à Agência Lusa, garantindo que "toda a comitiva ficou muito satisfeita com a medalha".

Aos 31 anos, o atleta do Sporting, que não conseguiu mínimos para estar presente nos Jogos Olímpicos Pequim2008, acredita numa presença nos Jogos de 2012: "Vamos ter Rui Silva em Londres. Se não houver lesões, lá estarei".

Rui Silva lamenta que a sua ausência em Pequim tenha sido mal interpretada por algumas pessoas: "Tentei, mas não consegui. Sem preparação não se fazem milagres. Custou-me na altura ouvir comentários de pessoas que dizem perceber de atletismo. Não foi por eu não querer que estive ausente, foi porque não consegui".

Para Rui Silva, que hoje de manhã foi treinar, o ouro conseguido em Turim é uma aposta ganha: "Eu e o professor João Campos no princípio da temporada decidimos apostar na pista coberta. Foi uma aposta ganha, oxalá todas sejam assim".

Rui Silva, que repetiu o ouro conquistado em Valência1998 e Viena2002, garante que só percebeu que ia "ser campeão europeu na recta da meta", até porque "os atletas espanhóis eram muito fortes e o bronze do francês foi uma surpresa".

O campeão europeu dos 1.500 metros assegura que nunca esteve ausente por opção, "mas sempre devido a lesões, sobretudo micro-roturas ao nível dos gémeos, que foram surgindo antes das competições".

O atleta do Sporting estava afastado das grandes competições desde os Mundiais de Helsínquia2005.

Rui Silva correu para o seu terceiro título de campeão europeu dos 1.500 metros em 3.44,38 minutos, impondo-se ao espanhol Diego Ruiz (3.44,70), medalha de prata, e ao francês Yoann Kowal (3.44,75), bronze.

Portugal teve ainda outra presença no pódio em Turim, a de Sara Moreira, graças à medalha de prata dos 3.000 metros.

Fonte: Infordesporto 09/03/2009

Parceiros Oficiais

Logótipo da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto. Logótipo do Instituto Português do Desporto e Juventude. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo da Câmara Municipal de Oeiras. Logótipo dos Jogos Santa Casa.

Parceiros Comerciais

Logótipo da agência de viagens Cosmos. Logótipo da Sagres. Logótipo da Multicert. Logótipo da MDS.

Parceiros Comunicação

Logótipo da RTP. Logótipo do SAPO Desporto. Logótipo de "A Bola".
Este site utiliza cookies para ajudar a sua experiência de navegação. Ao navegar sem desativar os cookies, estará a concordar com a nossa política de cookies e com os nossos Termos, Condições e Política de Privacidade.