Motociclismo - Rali dos Sertões: Ruben Faria segura o quarto lugar no Brasil

A equipa portuguesa de Todo-o-terreno Lagos Team está a conseguir um resultado muito positivo na 16ª edição do Rali Internacional dos Sertões, que se está a realizar no Brasil, e que tem em Ruben Faria e Hélder Rodrigues uma dupla que está a representar com o maior prestígio as cores de Portugal, ocupando o 4º e o 7º lugares respectivamente, levando as suas Hondas CRF450X da Caixa Geral de Depósitos TMN a intrometer-se entre os pilotos oficiais e os melhores e mais rápidos dos locais.

Ruben Faria, que venceu a especial mais curta (Prólogo) e a mais comprida ( 7ª), está à beira de uma subida ao pódio, ocupando a quarta posição, com um ritmo excelente entre o líder actual do rali, a "estrela do motociclismo brasileiro" José Hélio, e os pilotos oficiais da KTM, Cyril Despres, David Casteau e Marc Coma.

O piloto do Lagos Team, Ruben Faria (4º) é um dos principais pontos de atenção: "Por ter ganho a etapa de ontem (segunda-feira), hoje (terça-feira) fui o primeiro concorrente no percurso. É difícil porque estás a ser perseguido pelos pilotos oficiais. Perdi algum tempo com duas hesitações, e fui alcançado pelo líder, o brasileiro José Hélio. Deixei-o passar com o objectivo de seguir o seu rasto, o que fiz durante algum tempo, até ser apanhado pelos pilotos oficiais. Terminei a especial em 5º, mas mantenho o 4º lugar da geral."

"Agora vou tentar manter o quarto lugar, o que não é fácil, mas tenho de poupar um pouco a moto. Naturalmente que temos sido muito incentivados, pelos resultados que alcançámos numa prova muito dura, tipo Dakar. Acho que estamos a fazer um bom trabalho, mas ainda faltam 575 quilómetros em especiais até ao fim", explicou Ruben Faria, o piloto do Lagos Team que tem confirmado o seu estatuto, entre os melhores pilotos do Mundo.

Hélder Rodrigues terminou a etapa de ontem no 10º lugar: "ontem (segunda-feira) depois de chegar ao final da etapa, achei que seria prudente mudar o motor. Quero chegar ao fim, e se o conseguir no Top Ten, tanto melhor para o Lagos Team. Esta prova está a assumir uma posição entre as mais duras do Mundo, a seguir ao Dakar. Vamos tentar manter o sétimo lugar, o que pode vir a ser um óptimo resultado da equipa, face ao número de pilotos oficiais presentes."

Fonte: O Jogo 25/06/2008